O que é o Sistema Linfático?

O sistema linfático é o principal meio de defesa do organismo, que envolve uma parte importante do sistema imunológico, desempenhando funções determinantes para o corpo humano.
Este método filtra os resíduos e toxinas e leva nutrientes para as células, além de combater infecções e a eliminação de bactérias, vírus, impurezas e outros elementos “indesejáveis” do nosso corpo.
É um sistema composto por estruturas que captam os fluídos expelidos pelas células do nosso corpo e levam para um local específico, onde serão tratados para serem reaproveitados ou eliminados.
O sistema linfático trabalha em conjunto com os vasos sanguíneos e por isso, geralmente quando um está ruim, o outro também sofre consequências, por isso, a nutrição adequada, a hidratação e controle de estresse também são muito importantes para o bom funcionamento da linfa e organismo no geral
Quando o sistema circulatório e/ou linfático não cumpre corretamente suas funções, o corpo fica sobrecarregado por excesso de líquidos que não conseguem ser absorvidos. Na maioria dos casos, este fenômeno pode ser traduzido por sintomas como celulite, retenção de líquidos, peso nas pernas ou inchaço.
A fisioterapia possui um recurso bem conhecido para amenizar esses sintomas, que é a drenagem linfática.

Drenagem Linfática
A drenagem linfática é uma técnica com comprovação científica, onde se utiliza o movimento das mãos para estimular o funcionamento do sistema linfático, diminuindo o acúmulo de líquidos e toxinas do nosso corpo e ativando a circulação sanguínea. Segundo Leduc, A, as manobras podem incrementar em até 40% o fluxo linfático.
A partir disso, o resultado é a melhora na vascularização, maior resistência imunológica do organismo e ainda, uma resposta significativa no contorno corporal.
As técnicas reconhecidas mundialmente (Vodder, Leduc e Földi), são descritas por movimentos lentos, rítmicos e suaves, acompanhando o trajeto do sistema linfático.
A drenagem ajuda na redução das inflamações do nosso organismo e deve ser indicada em casos de:

* Celulite;
* Cansaço nas pernas;
* Retenção de líquidos;
* TPM;
* Varizes;
* Hematomas;
* Acne;
* Tensão muscular
* Linfedemas
* Estresse
* Gestação
* Pós cirúrgicos

Vale lembrar que a drenagem linfática não deve gerar dor e nem hematomas!

Se aplicada de forma incorreta, pode além de não surtir o efeito esperado, acarretar em danos à saúde. A Drenagem Linfática Manual é contra-indicada nos casos de hipertensão arterial não controlada, insuficiência cardíaca e processos infecciosos agudos e febris.

Procure sempre um profissional habilitado e qualificado para este procedimento.

Emanuela Luciani
Fisioterapeuta especializada na saúde e bem-estar