Terminar o treino com a camiseta ensopada traz aquela sensação de que você se esforçou e deu tudo que podia no exercício. Mas há também quem acredite que suar bastante na atividade física significa que a malhação está queimando muitas calorias.

Por conta disso, é comum ver gente correndo agasalhada em um dia de calor ou até usando alternativas estranhas para transpirar mais, como enrolar um plástico na barriga. Pois saiba que essas táticas não contribuem em nada para seus resultados e podem até fazer mal.

Por que suar demais não emagrece?

A transpiração não tem nada a ver com gasto calórico. Ela é apenas uma “ferramenta” do organismo para manter a temperatura corporal controlada em torno de 36 °C, evitando problemas de saúde.

Durante a atividade física, a contração muscular produz calor, que é levado pela corrente sanguínea até a pele para ser dissipado –por isso algumas pessoas ficam com as bochechas vermelhas ao treinar. Lá, ele é liberado pela evaporação do suor, que resfria o corpo.

Por que em alguns treinos transpiramos mais?

O volume de suor varia por diversos fatores, entre eles a genética –há diferença no volume de glândulas sudoríparas na pele –, o sexo –homens transpiram mais — a intensidade da atividade física e até o peso na balança –a gordura funciona como isolante térmico, aumentando a temperatura corporal, por isso gordinhos costumam transpirar mais no calor.

Como você sabe, a temperatura ambiente e a umidade do ar também interferem na transpiração. Em dias muito úmidos, você tende a terminar o treino com a camiseta mais encharcada pois a evaporação do suor é menor, aí o corpo produz mais líquido para tentar regular a temperatura.

O condicionamento físico também interfere na produção do suor. Geralmente, pessoas bem preparadas tendem a começar a transpirar antes das menos treinadas, pois o organismo está mais adaptado ao exercício e a termorregulação é melhor –mas isso nem sempre quer dizer que estão se esforçando mais, pelo contrário.

Por que perdemos peso depois de um treino? 

Se você já se pesou antes e depois de um exercício em que transpirou bastante, deve ter notado uma redução significativa na balança. Mas, repito, não quer dizer que eliminou gordura. Essa diferença é basicamente por causa do líquido perdido no suor –e o peso vai voltar ao hidratar corretamente o corpo.

Subir a temperatura corporal para aumentar a transpiração é uma tática usada por lutadores que precisam baixar o peso antes do combate para se encaixar em sua categoria. Aliás, a cena desses atletas correndo com agasalhos ou fazendo exercícios na sauna são clássicas, e ajudaram a popularizar o mito de que suar emagrece.

Mas o método é perigoso para um atleta amador: se transpirar demais e não repor o líquido perdido, você pode ficar muito desidratado e ter problemas como fadiga, cãibras, tontura, desmaio e até morrer devido a uma hipertermia — quando a temperatura do corpo sobe tanto que suas funções vitais ficam comprometidas.

Como se hidratar corretamente para não ter problemas?

A quantidade ideal de água para repor o líquido eliminado no treino varia muito de pessoa para pessoa. Uma forma de descobrir isso é se pesar antes e depois de alguns treinos e tirar uma média do peso perdido. Em média, para cada quilo baixado, o recomendado é repor 1,5 litro de água –essa quantidade total deve ser ingerida aos poucos, cerca de 180 ml a 300 ml a cada 20 minutos.

Em treinos intensos com mais de uma hora de duração, também é recomendado consumir bebidas isotônicas para repor os sais minerais que vão embora no suor.

Errata: o texto foi atualizado em 26/09/2018 às 04h00

Transpirar demais e não repor os líquidos perdidos, em casos extremos, pode gerar um quadro de hipertermia –quando a temperatura do corpo sobe tanto que suas funções vitais ficam comprometidas; e não hipotermia.

Fonte: https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2018/09/26/suar-muito-no-treino-significa-que-voce-esta-queimando-gordura.htm