Não é novidade que a atividade física regular ajuda a melhorar a saúde e a forma física, além de reduzir o risco de muitas doenças crônicas. Mas mesmo sabendo de todos os benefícios, o número de pessoas que deixa o sofá para se movimentar é considerado baixo. Na América Latina, o Brasil é o país com o maior índice de sedentarismo. Estima-se que 47% da população não pratica atividade física suficiente para se manter saudável. Alguns acreditam que é tarde demais para começar, mas a ciência tem demonstrado que não: os benefícios da atividade física são vistos até em quem inicia a prática após os 40 anos.

No programa Veja Saúde, a jornalista Natalia Cuminale entrevista o endocrinologista e médico do esporte, Guilherme Renke. Na entrevista, Renke responde as principais dúvidas em relação aos exercícios físicos, como qual a hora certa de parar e quais são as melhores opções para quem tem pouco tempo. Na entrevista, o endocrinologista também aborda questões sobre dieta e dificuldade de emagrecer.

 

 

Fonte: https://veja.abril.com.br/tveja/veja-saude/veja-saude-como-e-por-que-comecar-a-fazer-atividade-fisica/